Em que altura da nossa vida, encontramos o nosso estilo?

Num destes dias de melancolia, apanhei-me a ver fotografias antigas...
Desde que me lembro que sou gente ( não tem assim tanto tempo) que tenho uma paixão arrebatadora por fotografia, então volta e meia, lá ando eu a mergulhar nos meus tesourinhos e a sensação é sempre boa, não importa o tempo que passa, acho espectacular ter tantas fotografias para ver e lembrar. Penso sempre, quando for idosa vou adorar rever isto tudo!
Uma coisa que reparo sempre é na diferença da minha figura ao longo dos anos, parece que sou varias pessoas, enquanto há outras pessoas que, por muitos anos que passem, estão sempre na mesma. E daí surgiu esta pergunta: Em que altura da nossa vida, achamos a nossa identidade de estilo?
Não cheguei a conclusão nenhuma, não nas imagens que tenho em casa. Talvez dependa da personalidade de cada um.
Quando somos crianças é-nos imposto um guarda-roupa escolhido pela nossa mãe, até porque, certamente, não temos consciência daquilo que gostamos ou não, daquilo que nos assenta bem ou não. A ocupação de uma criança é brincar e aprender e assim é que deve ser.
Quando chegamos à adolescência, transformamos-nos numa criatura do contra, usamos aquilo que mais irritar a nossa querida maezinha. Hahahaha. Ou não, depende da personalidade, lá está :)
Acho que é a partir  daqui que tudo muda, tudo se transforma e alguma coisa fica, ou tudo. Tenho a impressão que amigas da escola, hoje em dia, continuam com o mesmo estilo dessa altura!
Eu nessa altura tinha um estilo gótico/punk ( wanabe) , onde como é óbvio, predominava o preto e os cinzas e para completar, também pintei o cabelo de preto ( o meu cabelo é loiro).
Dessa altura ficou o cabelo preto e a minha preferência por roupas de cor preta. Ainda na adolescência, mudei completamente de look e passei a usar roupas coloridas mas masculinas, calças largas, camisas e blazers. Dessa altura ficaram os blazers. Entretanto, nos meus 17 anos descobri os saltos altos e os decotes. Nunca mais fui a mesma!
A partir daí fui ficando mais selectiva e mais feminina, também influenciada pela vontade de conquistar um rapazinho pelo qual me apaixonei na altura e ele era mais velho, então tinha de largar a adolescente e trazer a mulher que havia em mim.
16 anos depois, continuo com esse "rapazinho", com as roupas pretas, os blazers e os saltos altos.
Se já encontrei o meu estilo? Nem por sombras, mas é tão bom andar sempre a experimentar coisas novas ;)
E vocês? Já encontraram o vosso?

Segue uma pequena selecção da minha "evolução" ;)


 Eu na escola primária



 Eu em 2003


 Eu em 2004


 Eu em 2005


 Eu em 2006 ou 2007 ( já não me lembro)



 Eu numa versão mais próxima do meu estilo ( adoro este género de produção)



Eu e o "rapazinho" nos dias de hoje


E é isso, podia mostrar imensas imagens, mas acho que esta publicação já está um tanto ou quanto longa.
Beijinhos e uma boa semana a todos*

Share this:

ABOUT THE AUTHOR

Hello We are OddThemes, Our name came from the fact that we are UNIQUE. We specialize in designing premium looking fully customizable highly responsive blogger templates. We at OddThemes do carry a philosophy that: Nothing Is Impossible

0 comentários:

Enviar um comentário