The one that got away




Penso que, no currículo de relacionamentos amorosos de qualquer mulher, tem um sacana, ou dois, ou.... really?
Aquele homem que aparece do nada, lindo e sedutor que nos diz tudo aquilo que queremos ouvir e que é capaz até de jurar que está super apaixonado, quando vê que, o.k. estamos a ouvir, mas não estamos a dar muita importância.
Um miserável dia, caímos na conversa - vivemos momentos incríveis com esse tipo e achamos que é desta que vamos ter o nosso final feliz. Entretanto, como um passe de magia, a criatura desaparece. Ele parou, pura e simplesmente, de telefonar, de mandar sms, de aparecer, assim sem mais nem menos. Tinham algo que consideravas uma espécie de relacionamento amoroso. Sentias que, fosse o que fosse que tinham um com o outro, garantia-te uma explicação. Mas, em vez disso, há silêncio. Nenhuma explicação, nenhum adeus.
Não há nada pior do que aquela sensação na barriga quando "suspeitas" que o pinga amor decidiu atirar-te para o cesto do "já era", sem sequer ter a dignidade de falar contigo. Nada pior. Primeiro sentes-te traída e depois magoada.
Ah, mas espera. Afinal há algo pior: adiciona a isso uma mudança de status no facebook dele a dizer que está num relacionamento sério com a Maria Peixeira, juntamente com uma foto de perfil do novo casal de pombinhos. Então, mas......
Primeiro pensas que estás com uma bebedeira descomunal que até te dá para fazer filmes, mas depois constatas que afinal é verdade. Aí, tu sentes o chão a fugir-te dos pés e depois ficas em estado de choque. Ele fez-te sentir que nunca tiveste qualquer valor ou significado para ele. Fez-te sentir a maior merda que há!
Passas os próximos dias a fazer análises comportamentais, qual psicanalista. Analisas tudo o que possas ter dito, feito ou escrito que o possa ter afastado de ti. O que foi que disseste que possa ter sido tão impróprio que ele não tenha tido outra hipótese a não ser fugir? Culpas-te a ti própria pela atitude grotesca dele: " Ai, se eu fosse mais meiguinha, ele ainda seria meu!"
De repente, abres os olhos e descobres que, afinal o mau da fita é ele e não tu. UAU. Parabéns :)
O que acontece a seguir? Ficas furiosa e com vontade de lhe estragar a vidinha, de lhe chamar os piores nomes, deitar toda a raiva cá para fora.
Conheço muitas que o fariam e fizeram, eu não!
Por vezes uma pessoa comporta-se de forma tão abominável que deixa poucas dúvidas sobre o que fazer. Ele não quis ficar connosco e não foi homem suficiente para nos dizer isso na cara.
Talvez sintas que ele ficou impune pelo que fez, mas nada do que lhe disseres vai ser novidade para ele. Além disso, existem coisas muito melhores para fazeres com o teu tempo.



Share this:

ABOUT THE AUTHOR

Hello We are OddThemes, Our name came from the fact that we are UNIQUE. We specialize in designing premium looking fully customizable highly responsive blogger templates. We at OddThemes do carry a philosophy that: Nothing Is Impossible

4 comentários:

  1. Todas temos um " that got away", que olhando para trás agradecemos ele ter saído de vez da nossa vida ... o que tinham de lindo e sedutor, rapidamente passam a ter de fingido e estupor! ;)

    ResponderEliminar
  2. Eu acho que todas as mulheres mesmo passam por um relacionamento com um "tipo" desses (porque para mim não são homens). Podiam ir todos para "aquele sítio".

    MORNING DREAMS

    Sofia Silva, Beijos*

    ResponderEliminar
  3. "What goes around comes around" ;)
    O segredo é mesmo esse, não dar importância, não querer saber. Afinal quem perdeu foi ele. ;)
    Beijinho grande. **

    ResponderEliminar
  4. Excelente testemunho!
    Por aqui, espero continuar a ter sorte! Não que não tenha tido já um senhor desgosto, mas porque depois disso veio o melhor que poderia pedir! :)

    ResponderEliminar