O culto do coitadinho



                                                              ( foto retirada da Internet)

Toda a gente gosta do coitadinho: aquele tipo que não tem talento para nada, que não sabe fazer nada ou não quer e que passa os dias armado em mártir. Todos preferem a mediocridade e a miséria, pois só assim se conseguem sentir superiores.
Não sei qual dos dois géneros me faz mais espécie: o coitadinho ou o maldoso! Na verdade, tanto um como o outro são feitos da mesma falta de segurança, de orgulho e de dignidade. Levam as suas vidas na conveniência de mostrar aos outros algo que não existe, mas que é confortável mostrar, porque o que importa é o que os outros pensam e não o inferno em que realmente vivem.
São pessoas incapazes de defender o que é justo, de bater o pé, de tomar partidos. Embora nem todos nasçam com o dom da inteligência ou da audácia, todos sabem distinguir, nem que seja de forma distorcida, o bem do mal e especialmente aqueles que se refugiam na religião, mais uma vez tentando fazerem-se passar por mártires e virtuosos. Mal sabem eles que para ser virtuoso não basta rezar, é preciso coragem e garra. A falta de atitude, de zelo, a inércia é pecado até na religião e prejudica não só as suas vidas como as daqueles que lhes são mais próximos. Infelizmente parece que essa é uma daquelas maçadas que é preciso sacrificar porque é assim que lhes convém e quem levar por tabela, que se aguente à bronca, pois nunca ninguém disse que a vida era fácil.

Share this:

ABOUT THE AUTHOR

Hello We are OddThemes, Our name came from the fact that we are UNIQUE. We specialize in designing premium looking fully customizable highly responsive blogger templates. We at OddThemes do carry a philosophy that: Nothing Is Impossible

0 comentários:

Enviar um comentário