Gerindo a ansiedade



A minha ansiedade começou há uns anos e sem nenhuma razão aparente. Assim ela continua, sem alivio ou data de validade.
Pouco importa o que estou a fazer, de repente começo a sentir palpitações e falta de ar, as mãos começam a tremer e a transpirar...
Tentar ter calma, fechar os olhos e respirar fundo, transformou-se numa tentativa irrelevante, que só me dá mais nervos.
Com tamanha ansiedade, nós começamos a duvidar de nós próprios e a parte mais desencorajante de estar nesta aflição é o facto de não a conseguirmos controlar!
O que é que acontece? A paciência passa a ser zero, interagir com outras pessoas é um sofrimento e até a viagem para casa torna-se uma tortura, porque tudo parece mais longo do que é na verdade.
Como nada parece resultar na luta contra a ansiedade, interiorizei este estado de alma e físico como mais uma característica, embora inconveniente, da minha personalidade.
Medicação está fora de questão, pelo menos por enquanto.


Share this:

ABOUT THE AUTHOR

Hello We are OddThemes, Our name came from the fact that we are UNIQUE. We specialize in designing premium looking fully customizable highly responsive blogger templates. We at OddThemes do carry a philosophy that: Nothing Is Impossible

1 comentários:

  1. Acho que a ansiedade é das sensações mais terríveis. Um nervosismo que dá as mãos à sensação de premonição de coisas más e cria um mal estar horrível! De vez em quando tenho os meus momentos mas nada muito grave, nem com os sintomas que descreves...
    Espero que melhores e te vejas livre de toda esta ansiedade!
    nem mais nem menos | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar