Aquela necessidade de agradar aos outros



Desenvolvemos, desde muito cedo, a necessidade de captar a atenção das pessoas para conseguir uma recompensa. Vemos isso, diariamente, nas atitudes da maior parte das crianças. Vemos isso também, num grande número de pessoas adultas.
A recompensa provoca uma sensação boa e continuamos a fazer o que os outros querem que façamos, à espera de obter a recompensa. Com medo de sermos punidos e de não recebermos a recompensa, começamos a fingir ser o que não somos, apenas para podermos agradar aos outros. Só para sermos suficientemente bons aos olhos das outras pessoas. Tentamos agradar à mãe e ao pai, a quem nos rodeia e até a desconhecidos e, assim, começamos a representar.
Fingimos ser o que não somos com medo de sermos rejeitados. O medo de sermos rejeitados, torna-se o medo de não sermos suficientemente bons. Um dia acordamos e já nem sabemos quem somos!
Tornamo-nos cópias das crenças do pai e da mãe, das crenças da sociedade e das crenças religiosas. Crenças essas que não chegamos a escolher e que, depois de expostos a novos conceitos e tentarmos tomar as nossas próprias decisões, descobrimos que elas ainda controlam a nossa vida.
Existe algo na mente humana que julga tudo e todos, incluindo o tempo, o cão, o gato.... tudo!
É por isso que devemos ter a coragem para desafiar as nossas próprias crenças. Ainda que saibamos que não fomos nós que as escolhemos, acabámos por concordar com elas. Essa concordância é tão forte que, mesmo que entendamos o conceito de que não são as nossas verdades, sentimos culpa e vergonha se formos contra elas.
Quantas vezes pagamos por um erro? Imensas. O ser humano é o único animal na terra que paga imensas vezes pelo mesmo erro. Porquê? Por causa dos outros. Somos condenados repetidamente pelos outros.
É por isso que sermos nós mesmos é o nosso maior medo. Aprendemos a viver a nossa vida tentando satisfazer as exigências dos outros.
Julgamos, igualmente, os outros de acordo com a nossa imagem de perfeição e, normalmente, eles não correspondem às nossas expectativas.
Estão a ver o circulo vicioso?

Share this:

ABOUT THE AUTHOR

Hello We are OddThemes, Our name came from the fact that we are UNIQUE. We specialize in designing premium looking fully customizable highly responsive blogger templates. We at OddThemes do carry a philosophy that: Nothing Is Impossible

2 comentários:

  1. Infelizmente é assim... vivemos numa sociedade que nos impingiu, nao precisa necessariamente de ser o modelo a seguir, mas se dissermos que queremos ser nós mesmos, tbm ja temos a ideia pre definida do que nao queremos ser... la está circulo vicioso. E agora quem é que muda isso? Ninguém!!

    ResponderEliminar