5 tópicos que não são coerentes na decoração


Alguma vez te perguntaste porque é que as divisões da tua casa parecem não fluir?  Ou porque passares da cozinha para a sala te dá a impressão de estares noutra casa?
Hoje partilho 5 tópicos que não são coerentes na decoração. Vamos melhorar a nossa casa?


1. Não tens uma palete de cores definida
Escolher uma palete de cores para a casa é essencial para criar um ambiente coerente. Sem isso, as divisões não irão fluir entre si e a confusão instala-se. Este tópico é ainda mais importante quando as casas têm espaços abertos, como a minha. Mesmo em divisões com portas fechadas, uma mudança súbita nas cores é estranho.
Escolhe cores neutras ( brancos, cremes, beijes e cinzentos ) e mistura com uma ou duas tonalidades da mesma paleta de cores. Depois, adiciona entre 3 a 5 cores que gostas para contrastar. Na minha casa, por exemplo, usei o branco e o preto e depois adicionei o prateado, o dourado, o vermelho e o amarelo.
Não penses nas tendências, porque elas passam. Escolhe cores que realmente gostes muito, pois irás comprometer-te com elas pela tua casa.

2. Não usaste a madeira, o metal ou elementos neutros de forma consistente
As misturas de materiais podem e devem ser usadas, desde que apareçam várias vezes e aparentem ser intencionais. Mas, para não haver erro, escolhe um e mantém-no como o material dominante na divisão. Podes depois trabalhar com os subtons desse elemento para complementar.

3. Não tens um estilo definido
Em termos de decoração, muitas pessoas não têm o sentido do seu estilo pessoal. O resultado é uma decoração sem coerência, que reflecte incerteza nas escolhas do design.
Sou, particularmente, contra a um só estilo decorativo. As casas com mais personalidade, são aquelas que contêm uma mistura harmoniosa de vários estilos. A minha preferência vai para o moderno e o vintage com linhas quadradas e trabalho a partir dessa minha escolha. Tudo o resto, é bonito, mas não se enquadra.

4. És escrava das tendências
Com tantas coisas bonitas e inspiradoras que vamos vendo em todo o lado, é fácil cair na tentação de querer tudo o que é tendência. É preciso pensar bem, antes de aplicar uma tendência na nossa casa: resulta? é harmonioso? combina com o que já existe? vai cansar?
Daqui a nada, essa tendência poderá estar completamente fora de moda, mas o que investiste nela, nunca mais recuperas.

5. Não decoraste com objectivo
Olha para a divisão e percebe como queres que esse espaço resulte. A sala será um espaço só para adultos e para relaxar? Ou também irá ser usada por crianças? Ou como espaço de trabalho em casa? A sala de jantar será usada todos os dias ou esporadicamente?
Assim poderás ficar com consciência do que realmente precisas e qual o tipo de mobiliário que será mais funcional e eficiente para o espaço em questão. Se os espaços não funcionarem, a tua casa não será confortável, coerente e não irá de encontro às tuas necessidades.


Gostaram dos tópicos? Vão metê-los em prática?
Se tiverem alguma dúvida ou questão, comentem abaixo ou mandem mail.

Share this:

ABOUT THE AUTHOR

Hello We are OddThemes, Our name came from the fact that we are UNIQUE. We specialize in designing premium looking fully customizable highly responsive blogger templates. We at OddThemes do carry a philosophy that: Nothing Is Impossible

1 comentários:

  1. Gostei imenso deste post porque muitas vezes não nos lembramos de harmonizar a casa como um todo o sim de divisão por divisão. O que pode ser perfeitamente o objectivo mas depois se não há elementos de ligação falta a fluidez como dizes.

    ResponderEliminar