O meu sonho é dar a volta ao mundo


" Viajar é a única coisa que podes comprar e que te torna mais rico"!

                                                                 ( Deserto do Sahara, Tunísia )

O bichinho da aventura e do conhecimento manifestou-se em mim, desde muito cedo. Não importava se era de bicicleta, carro, avião ou apenas um livro. Não há melhor sensação para mim do que fazer a mala para ir para algum lugar novo.
Sou inquieta. Como tal, abraço qualquer oportunidade de sair de casa e ir "para o mundo". Esta inquietude, esta sede de conhecer foram adquiridos ainda antes de saber ler e escrever. Lembro-me de, com apenas 5 anos de idade, estar à porta de casa a ver os meninos a irem para a escola e a pedir à minha mãe para ir para a escola também. Eu queria aprender e, mais tarde, ansiava por ser independente.
Quando finalmente fui para a escola, ganhei um apetite voraz por livros, graças à minha professora e à sua filha que ia às nossas aulas ler um livro para nós. Ainda me lembro do titulo e foi o meu primeiro livro; " Flor de Mel". Esse livro continua na minha estante, é muito especial para mim, marcou-me!
Foi assim que descobri a paixão das folhas e letras, do seu cheiro, da infinidade de coisas que abordam e das quais ninguém fala, de como nos fazem viajar sem sair do lugar, imaginar e abrir horizontes.
Tenho a certeza que foi esse hábito que me deu terra fértil para a minha mente crescer, me abriu para um mundo fantástico onde eu poderia ir e me fez ver que a vida não era só aquilo que eu experimentava no meu dia a dia e que era tão pouco para mim.
As horas voavam enquanto eu devorava, página a página, cada livro novo, vivendo na minha cabeça, a vida dos personagens e os mundos distantes aos quais eu queria ir.

( Pirâmides de Giza, Egipto )

Há lições de vida que só as viagens nos proporcionam. Uma das mais valiosas é aprender que a nossa forma de viver e as nossas regras, que para muitos são tão preciosas, na verdade são meramente aleatórias e simples acidentes da cultura em que nascemos. Há tantas formas de viver e nenhuma delas está errada. Sair da nossa zona de conforto mostra-nos outras verdades, outras formas de viver e de ver a vida. E a maneira como nós vivemos a nossa, vai depender das nossas escolhas pessoais e estão directamente ligadas à abertura da nossa mente. Faz-nos perceber que, embora às vezes nos sintamos seres estranhos no meio de todo o resto das pessoas que nos rodeiam, não quer dizer que estamos errados. Só somos diferentes. As expectativas que a nossa sociedade nos impõe, valem o que valem. Não valem nada num mundo tão diverso.
Tudo se resume a uma palavra: Liberdade!
Neste momento, vivemos tempos difíceis e de terror. Confesso que tenho medo de viajar e de me acontecer alguma coisa. Mesmo assim, o mundo está carregado de lugares mágicos que valem a pena conhecer.

( extinta Janela Azul, Malta )

" Viajaremos até onde for possível, mas não conseguiremos, durante uma vida, ver tudo o que gostaríamos ou aprender tudo o que desejamos saber."
                                                                                             L.Eiseley

( pôr do sol em Antália, Turquia )

Share this:

ABOUT THE AUTHOR

Hello We are OddThemes, Our name came from the fact that we are UNIQUE. We specialize in designing premium looking fully customizable highly responsive blogger templates. We at OddThemes do carry a philosophy that: Nothing Is Impossible

0 comentários:

Enviar um comentário