Coisas com as quais as mulheres têm de lidar e os homens não!



Li recentemente um artigo na Internet que enumera situações com as quais as mulheres têm de lidar e os homens não, dando ênfase ao facto de poucas terem a haver com a nossa anatomia, mas sim com uma sociedade misógina!


Passo a transcrever algumas das coisas mais irritantes com as quais temos de gramar, demasiadas vezes:

Saltos altos nas calçadas
Eu adoro sapatos de salto alto, mas não invalida as horas de vida de tortura aos pés e de parecer uma deficiente motora nas calçadas deste nosso Portugal. Já para não falar nas vezes em que, em desespero, nos arriscamos a apanhar uma doença por andarmos descalças na rua, quando as dores são insuportáveis. Pior mesmo, é ter um homem ao lado a refilar enquanto fazemos um esforço sobre-humano para não desmaiarmos de dor.

Piropos
É hilariante pensar como seria se as mulheres se virassem para qualquer sujeito que passe na rua e começassem a dizer coisas como: " Comia-te todo!"; "Chafurdava que nem uma porca nesse pirilau!"; "Pssst, pssssst."; " Ó bonzão." ... enfim. Respeito pelos outros é um dever e um direito de todos.

Comentários sobre a aparência
Quando és uma mulher, todos ( inclusivé as amigazzzzz ) comentam acerca da tua aparência. Como se todo o teu ser fosse só isso: a maneira como te vestes e se é roupa de marca ou da loja dos chineses.

Dores menstruais
Parece que, todos os meses, temos uma simulação de parto. É do pior. Além de ser fisicamente muito doloroso, é completamente desgastante em termos emocionais. São, normalmente, duas semanas por mês em que nos vamos arrastando por aí!

Pressão sobre a maternidade
A partir de uma certa idade, todos os dias somos questionadas sobre quando vamos ter filhos ou se já estamos grávidas. Pouco importa o que somos ou o que já conquistámos na vida, assim como não interessa nada as nossas opções ou desejos. Se não formos mães, somos um falhanço como mulher. Já os homens que não têm filhos, não há problema nenhum e ninguém lhes pergunta nada.

Medo de andar sozinha
Sim, o mundo é perigoso para todos, mas nunca se ouve falar nas noticias de homens que foram encurralados numa rua qualquer e violados por 5 mulheres....

Casamento
É expectável que uma mulher aspire a casar-se, ser dona de casa e ter filhos. Se esse não for o seu objectivo de vida, é uma perdida, ninguém a quer e certezinha que vai ficar para tia. O casamento pode ser uma coisa boa, uma fonte de felicidade, amor e apoio... mas porque é que ensinamos as meninas a aspirar ao casamento e não fazemos o mesmo com os meninos? Aos meninos diz-se: tu aproveita a vida!!!! Curioso!

Comentários sobre o nosso corpo
Se não tivermos um corpo o mais parecido com uma modelo da Victoria's Secret, praticamente não valemos nada e somos umas desleixadas. Temos de ser jovens para sempre, não nos é permitido envelhecer. O mais arrepiante é que, normalmente, os comentários depreciativos vêm das pessoas mais próximas: amigas que falam nas nossas costas e maridos que não vêm o diâmetro das suas barrigas ao espelho, reclamando que não éramos assim quando começaram a namorar.

Problemas com o peso
Ou somos muito gordas ou muito magras, ou não temos mamas e rabo ou parecemos um camião TIR - nunca estamos bem e esta batalha não venceremos. Já os homens, podem ter uma barriga de 9 meses e zero de cabelo na cabeça que não há problema nenhum.

Collants e soutien
Os collants apertam aqui, alargam ali, ganham foguetes, descaem pelas pernas abaixo ou dão comichão. Os soutiens furam costelas, tiram-nos o ar, temos de andar sempre a pôr as alças no sitio... enfim, são desconfortáveis e muitas vezes só queremos chegar a casa e tirar a armadura!

Parto
Ah e tal, a coisa mais espectacular do mundo.... como? Acredito ser uma grande violência tanto física, como mental. Desculpem lá!

Share this:

ABOUT THE AUTHOR

Hello We are OddThemes, Our name came from the fact that we are UNIQUE. We specialize in designing premium looking fully customizable highly responsive blogger templates. We at OddThemes do carry a philosophy that: Nothing Is Impossible

2 comentários:

  1. E, infelizmente, muitas destas nossas 'preocupações' são criadas por nós, mulheres. Que seres estranhos somos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem todas. Somos mais "levadas" pela corrente do que outra coisa. Algumas acham normal e é assim que as coisas são, outras questionam e outras fazem arraias de igualdade. Nem tanto ao mar, nem tanto à serra. Diria que, muitas vezes, somos seres estúpidos. :)

      Eliminar