O que eu queria saber antes de casar e o que sempre soube



Faz hoje 3 anos que me casei.
Quando avisei as pessoas que me ia casar, começou o bombardeamento de perguntas e conselhos sobre o vestido, a maquilhagem, o lugar, bla bla bla.
As perguntas vieram porque decidimos casar no espaço de 2 meses. E porque as pessoas são metediças por natureza. Casar em 2 meses não é nada usual, é impossível fazer uma cerimónia em tão curto espaço de tempo. Estaria eu grávida? Como se a gravidez fosse, hoje em dia, motivo para casar. Qual seria então o motivo para tanta pressa? Nenhum. Nós só queríamos casar. E eu sempre recusei em ser mais uma convidada para a minha festa de casamento.
Por norma, considero os casamentos aborrecidos de morte, que só servem para provar alguma coisa a alguém, além de serem tremendamente dispendiosos. Um desperdício de dinheiro. Para quê? A sério, o que é que isso interessa? Gastar 2000€ num vestido que só vai ser usado umas horas, 150€ numa maquilhadora que nos mascara de algo que não somos e mais 100€ numa cabeleireira que cisma em colocar-nos um pavão na cabeça.... " com sorte", o noivo nem reconhece a mulher com quem vai casar!
Não critico quem precise disso tudo, quem sonhe com um casamento de princesa, mas para mim não ia resultar.
Ali estava eu, há 3 anos atrás, a casar com a pessoa que amei a minha vida toda ( 19 anos são uma vida ). Pouco importa o que levava vestido. Eu estava a casar com o meu amor!
O casamento é só o inicio e eu não desejei nada diferente daquilo que tive.
Estas são as coisas que eu queria saber antes de casar e o que sempre soube:


O que queria saber: Que dava para "javardar" mais na conservatória e que seria importante ter mais pessoas a assistir à leitura do contrato. Foi especial.

O que sempre soube: Que o casamento é só o ritual de assinar um contrato. Independentemente do tamanho da festa ou da quantidade de dinheiro gasto nela, não revela como o casamento será na realidade.


O que queria saber: Que as dúvidas não se dissipam e que continuaria a crescer como ser humano, sozinha.

O que sempre soube: Embora esteja casada, continuo a ser um ser independente, com a minha própria vida e maneira de ver as coisas.


O que queria saber: Que passas a ter uma enorme responsabilidade sobre o bem estar de outra pessoa, mesmo quando te contraria e não vai de encontro à tua maneira de ver as coisas. Tens de cuidar de alguém, além de ti. Isto, claro, se quiseres ter harmonia em casa. O que é crucial e, também, muito bonito. Começa aqui a aprendizagem de fazer sacrifícios em prol de outrem.

O que sempre soube: Saber que se é amado, é a melhor sensação do mundo. Está no olhar. No olhar que só aquela pessoa tem para ti.


O que queria saber: Que devia ter contratado um fotógrafo profissional.

O que sempre soube: Que era com ele que queria passar o resto da minha vida.




Share this:

ABOUT THE AUTHOR

Hello We are OddThemes, Our name came from the fact that we are UNIQUE. We specialize in designing premium looking fully customizable highly responsive blogger templates. We at OddThemes do carry a philosophy that: Nothing Is Impossible

0 comentários:

Enviar um comentário